OS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PODEM ESTAR INFETADOS E/OU TRANSMITIR O CORONAVÍRUS?

OS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PODEM ESTAR INFETADOS E/OU TRANSMITIR O CORONAVÍRUS?

De acordo com a informação mais recente da OIE (Organização Mundial para a Saúde Animal), a propagação da doença deve-se à transmissão de COVID-19 entre humanos. Até à data, não há evidência de que os animais de companhia desempenhem um papel significativo na propagação da doença. Foram…

De acordo com a informação mais recente da OIE (Organização Mundial para a Saúde Animal), a propagação da doença deve-se à transmissão de COVID-19 entre humanos. Até à data, não há evidência de que os animais de companhia desempenhem um papel significativo na propagação da doença. Foram reportados casos isolados de animais infetados, que até ao momento não passam de incidências isoladas. Por isso mesmo, não há nada que justifique a tomada de medidas contra os animais de companhia, que possam comprometer o sem bem-estar. Os maus-tratos ou abandono de animais de companhia são crimes punidos por lei, estando previsto no artigo 387.º do Código Penal que, “Quem, sem motivo legítimo, infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus tratos físicos a um animal de companhia é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias” ou mais em casos de maus-tratos graves.

Ler mais